18 setembro 2006

O HOMEM SEU TIPO

Lá estava você. Sentada na beirada do sofá daquele lugar badalado na cidade. Você e seu drink favorito da noite. E eis que surge aquele cidadão do nada absoluto. Com uma abordagem um tanto quando manjada “Você está sozinha aqui? Cadê suas amigas?”. Você não repara muito no cidadão mas, à primeira vista, ele é o oposto do seu tipo ideal de homem. Você gosta de loiros, altos e de olhos claros. Mas você é uma cidadã da maior finesse e não vai destratar o cidadão. Então, vocês começam um papo típico de pessoas que se conhecem na noite. O velho e bom “como é seu nome”, “o que você faz da vida”, “onde você mora” e por aí vai.

Em poucos minutos, você conclui que uma conversa interessante vale muito mais do que um rostinho bonito. Do que um bíceps de 40cm de diâmetro. Do que um cabelo loiro ou uma pele bronzeada. E, mais do que isso. Em cinco minutos de conversa, você descobre que o cara conhece seu chefe. Adivinhou seu sobrenome quando você disse a cidade onde mora sua família. Coincidência??? Deixa pra lá (você mora numa cidade com dois milhões e meio de habitantes e deve ser normal que essas coincidências aconteçam mesmo). Mais alguns poucos minutos e o cidadão passa da condição de homem-nada-seu-tipo para homem-que-você-beijaria.

Pois bem. Você acaba beijando o cidadão e descobrindo que uma química sem noção acomete também as pessoas que não são o tipo umas das outras. Você achava mesmo que só se atraia pelo estilo Brad Pitt e por aquele saradíssimo bronzeado da academia. Você nunca pensou que pudesse se atrair pelo playboy frenético da música eletrônica. Ledo engano. Mas, lá estava você. Encostada na parede da boate como nos tempos de adolescente. Segurando aquele cabelo macio. Beijando uma boca nova e quebrando conceitos antigos. Derrubando vodka com energético no seu Schutz novinho e morrendo de rir da situação. Perdendo o fôlego e tentando controlar a respiração. Quebrando as regras. Quebrando seus próprios limites. Deixando seus instintos te guiarem.

Até onde vai? Você não faz a mínima idéia. A única coisa que você sabe agora é que você não sai mais por aí procurando homens seu tipo. Procurando homens com um rótulo específico. Comprando o produto pela embalagem. Agora, e daqui pra frente, você lê a bula. Você checa se os compostos químicos são compatíveis. Você pula a parte que fala dos efeitos colaterais (isso você acaba descobrindo mais cedo ou mais tarde!). E, claro, evita a superdosagem. A superdosagem mata qualquer um.

O conceito do homem seu tipo, agora, está completamente reformulado. O homem seu tipo tem um papo legal. Ele lembra coisas que você disse na segunda vez que saíram que nem você lembrava de ter dito. Ele ri das coisas idiotas que você fala. Ele fala coisas mais idiotas que você. Ele ouve você cantar, pela décima vez, aquela música baranga que você adora. Pior: ouve você cantar e dança junto no meio da rua. O homem seu tipo entende um conceito de pontuação louco e imaginário que você criou, na sua cabeça, para avaliar a atitude das pessoas positiva ou negativamente. Ele dorme infinito. O novo homem seu tipo não pode ser encontrado em festivais de Pop-rock, Axés e Micaretas, pois ele, dificilmente, poderá ser reconhecido à distância. Mas, não se preocupe se não o identificar logo de cara. Você, certamente, irá reconhecê-lo assim que ele abrir a boca. E, o mais importante: o homem que não te quer, definitivamente, não é seu tipo.


........:::::::::::::::::::::::::.........


Gente, finalmente linkei as pessoas que me linkam e que me visitam com freqüência. Se esqueci de alguém, por favor, briguem comigo!
E, por favor, não matem a blogueira aqui de curiosidade. Quando comentarem, deixem algum meio de contato (um e-mail se você não tem blog)! E não deixem de comentar! Amo amo amo infinito ler os comentários.
Beijos e boa semana.

48 comentários:

lipeburger disse...

o primeiríssimo! amei o texto! nem vou te dar um esbregue como de costume! Tb estou meio que pondo em cheque o meu diploma de psicologia brata tirado pela faculdade da observação coletiva. Não tem dado certo nem pra mim! Mas ô...é isso ai mesmo! Como diria minha vó: de onde menos se espera é que sai o coelho!
bjs

Rebeca disse...

muito bom o texto...eu descobri isso, e to feliz com o cara q não parecia ser meu tipo há mais de 2 meses! é a vida...Graças à Deus!
valeu por ter me lincado!
beijo

Luiza Lisboa disse...

Nuossa, eu realmente faço o que escrevi na comunidade, ligo o computador e dou um pulinho aqui.
Hum... quebrando as barreiras?
Eu tb pago uma língua... Parei de dizer Nunca, tudo pode acontecer.
Amei o "irá reconhecê-lo assim que ele abrir a boca."
O melhor é que ele não abre a boca pra falar merda né? Senão não rola!
Hahahahaha... Se bem que vc falou que ele fala coisas idiotas.
Ah... pensando bem, ninguém é perfeito e todo mundo fala coisas idiotas de vez em quando.
Bjos infinito! Saudadinhas de vc!
Espero que esteja tudo bem com os preparativos pra sua mãe!
Fica com Deus!

Tex Murphy disse...

Eu não sei pq vocês mulheres demoram tanto pra perceber essas coisas! :-)

Num vá me dizer que eu nunca falei isso, é só ler meus comments anteriores...

O homem que não te quer realmente não serve pra você. Assim como o que só te quer quando lhe convém. Quando não tem outra na jogada.

Pra se arrumar um namorado, dona Brena, é preciso que ele seja um cara que goste de você de todas as maneiras.

O que você falou nesse texto é exatamente o que acontece entre eu e a Flá... um fazendo mais bobeira que o outro, rindo das coisas que o outro fala... é assim que funciona e é assim que dá certo. Às vezes a Flá e eu nos matamos de rir com o nível de intimidade que temos, com as coisas absurdas que contamos um ao outro. Coisas que a gente num fala nem pro espelho...

Um beijão pra vc e fiquei muito feliz de saber que finalmente vc encontrou alguém assim!

Beijão!!

Momoberry disse...

oww... é muito bom encontrar gente assim.
adoro rir e correr no meio da rua
adoro quando ele me roda em pleno centro da cidade
adoro esses tipos de loucuras
;p
te linkando tbm
=**

vaaaaaaaaaaaaaarrrrr disse...

OIEEEE.....AQUI, NAO VI MEU LINK NAO VIUUUUUUUUU?!!!! TO ESPERANDO...QUE BOM SABER QUE AS VEZES VC PASSA NO MEU BLOG....ELE NAO TA MUITO ATIVO NAO PQ TO ESTUDANDO DEMAIS E NEM TO ENTRANDO NA NET....E AQUI DO TRABALHO NEM DA PRA PARAR DIREITO TBM....
MAS AQUI, PRA VARIAR ESSE SEU TEXTO DIZ MUITO A RESPEITO DO IDEAL QUE PROCURAMOS E CRIAMOS PRA GENTE...ADORO LER VC....

ABRAÇÃO COM CARINHO

ALDO

Lucas Marge disse...

Como vc msm pediu!!

Estou aqui p te deixar um Oi!!!

bjão e te espero aqui semana q vem!!

;)

disse...

É, não escolhemos quem vamos amar!!! (Ta bom, ou ficar afim...)

Mineiras, Uai! disse...

Concordo plenamente com vc, Brena! Nada de rótulos, frases feitas, expectativas mirabolantes: Não existem príncipes encantados (ou princesas de conto de fadas), temos de viver no mundo real. E até que ele não é tão ruim assim...
Bjos, Bela (Ficou faltando as Mineiras, uai aí no seus links, rsrsrs)

Cadinho RoCo disse...

Pois é. As aparências enganam e isso nem sempre significa ser pra pior.
Cadinho RoCo
www.balaiodeminas.com.br

Rosinha Monkees disse...

Putz, falou tudo, amei!

Walter Carrilho disse...

Eu passei muito tempo procurando a mulher "meu tipo". E descobri que a mulheres meu tipo eram muito chatas! Casei com uma pessoa que tinha várias diferenças, mas uma semelhança vital: a sua alma era igual a minha. O casamento é super feliz.

Olha só, falei sério pela primeira vez!

Ah, considere-se linkada tb.

Helena Oliveira disse...

eii brena..sou nova no blog mas adorei o seu blog e amei suas palavras.
Bjos linda.

Camila Simas disse...

oi Brena,

comentei lá no "vou te dar um conselho"

bjs

Mikas disse...

Alô pois é às vezes as coisas acontecem sem sabermos bem como, o nosso género penso que isso é relativo, o importante é a vontade existir. Beijokas e boa semana

Augusto Galery disse...

Engraçado como certas coisas só aparecem onde e/ou quando você não procura, né?

vaaaaaaaaaaaaaarrrrr disse...

AGORA SIM BRENA!! RS...
TEXTINHO NOVO LA...

ABRAÇÃO PRA VC...

Luciana disse...

Brena, querida, fiquei muitíssimo feliz e lisonjeada de estar linkada agora no seu blog. AMO AMO AMO tudo que vc escreve, vc sabe disso!! Achei interessante vc me linkar a partir do meu orkut hehehe :)

Nem te conheço pessoalmente, mas te adoro, linda!!!

Bjos enormes!

The rennis disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dani Morreale disse...

Amiga-infinito que eu amo de paixão.
Tenho que confessar, embora com muita dor, MOOOOOOOOOOOOOOOOOORRO de medo de tudo isso. De sair e qualquer enlouquecido vier com blablablá. De tomar "vudka" e deixar cair em meu scarpin. Enfim, de ter essa vida social ativa. Tudo tá confuso amiga, você sabe!
Mas, colocando tudo que disse em um pacote, eu fecho o laço.
Não vou entender nada. Vou, simplesmente, deixar rolar...

Beijos mil.

Roy Frenkiel disse...

Obrigado pela linkagem! Gostei do texto, pra variar!

Visite a www.reacaocultural.blogspot.com

Precisamos de voces ;-)

bjx

RF

Aline disse...

Oieeee

Parece até aquela propaganda de carro: está na hora de rever seus conceitos.
Pois é, a gente tem q olhar além das aparências. Certa vez me permiti envolver com uma pessoa que aparentemente não tinha nada do q acreditava ser meu tipo...Que sorte a minha! Descobri um outro "tipo", que me completou e me mostrou outra forma de viver e encarar a vida!!
Dizem q o risco de resistir a uma tentação é vc ñ ter uma segunda chance...
Bjs procê, que escreve ABSURDOS!!

Lilian disse...

Oie! olha eu aqui de novo... rs
Passo sempre ... vc sabe né...
Já viciei, agora ñ tem mais jeito... rs

Sei que´já tá repetitivo mas... ADOREI !!! :)

bjaum

Lilian

The disse...

Aposto que veio correndo ver que merda dessa vez eu escrevi no seu blog, né?! rsss
Se fudeu! Dessa vez eu vou ser "bonzinho"!
Nem sempre o seu tipo ideal é o que te conquista, mas se for... é bem melhor! :)
Love ya

B R E N A disse...

Comentários com teor erótico serão deletados.

Comentários com cantadas indesejadas também. Se o fizer, pelo menos, tenha classe.

E obrigada a todos que deixam comentários lindos sempre.

Beijos

Luciana disse...

Uai, Brena, você colocou o link como "Eu no Orkut - by Lu", mas o nome do meu blog é Ad Libitum e o endereço é: www.lasfonseca.blogspot.com

hehehe :)
Bjs, querida!!!

Luciana disse...

Hihihihi!! Slow is my middle name hahaha!!

Agora eu percebi, sorry!!
De qualquer forma ainda estou lisongeada ;)

Bjs!!!

Tácio disse...

Oi Brena...
Posso dar meus petelecos aqui ? sou amigo da Rosinha, eng. agrônomo e mineirinho também, embora em Sampa...

Srta. Oliva disse...

Demorei mas apareci.
Obrigada pelo link. ADOREI!!
=)

E adorei mais ainda esse texto e o anterior. Cmo sempre vc arrasanda nas palavras né?! Colocando em letras tudo aquilo que sentimos.
EXCELENTE!!!

É sempre uma alegria vir te visitar.

Bjos

Nilo Ras disse...

bem... nunca fui o bradd Pitt so posso ter sido o outro carinhaa!

hehe Nossa mt legal seu ponto de vista.. se td mundo percebesse isso. td mudn oseria um pouco mais feliz tanto homens qto mulheres!

ë issso!

Fique na paz!

vaaaaaaaaaaaaaarrrrr disse...

Oi brena, decidi apagar meu blog...nao tem mais pq...
a gente se ve por ai...fica com deus...

abração com carinho

aldo

Paula disse...

Olá!!
sou mineirinha e moro em uberaba.. passeando pela net cai no seu blog... e estou encantada.. rsrs
é a primeira vez q apareço por aqui e, sinceramente, eu achei fantástico... eu adoro rimas, versos, a poesia me encanta... e as suas palavras embora q nao sejam feitas para rimar têm uma realidade explícita. em muitas histórias eu me via vivendo cada uma delas.. eu me identificava com as situações descritas.
Parabéns pela brilhante maneira de contar o obvio e os sentimentos q são seus mas são tão comuns!!!
Parabéns!!!
bjim

kingthere disse...

Menina, cocordo muito com isso. O melhor tipo de homem é o que gosta de mim e ponto.

Adorei seu blog, cheguei por indiicação da Rosinha (uma flor aquela moça indicar blogs tão Bons).

Bom final de semana.

Reilla.

pam disse...

Ai, esses homens, viu? *suspira*

roberta vasconcelos disse...

Com certeza quem não me quer não é meu tipo. Essa frase é tudo! Mais uma vez parabéns pelo texto. Adorei.

Como você pediu lá vai meu e-mail, mas logo logo quando ficar pronto te mando o blog

borboletavet@gmail.com

Beijos

Pensamentos disse...

Mas é um pecado a gente não comentar aki
Vc escreve maravilhosamente bem
Sabe nunca sei quanto tu fala a verdade ou nao se é um veridico ou nao
e isso é o que eu mais amo aki
adorei o link e em breve o seu tambem vai estar lá
é só o tempo me deixar rs
Bjs

C.Q.C.M. disse...

Bom minha querida com certeza não adianta você procurar um homem perfeito e querer pré-modelar o seu tipo (estou sendo redundante, pois no seu texto você já disse isso). aTé mesmo um homem bêbado pode surpreender você positivamente (mesmo você apenas esperando as surpresas desagradáveis) eles são sinceros, têm um olhar especial, têm dignidade e com certeza nunca vai reclamar que você dirige mal ou porque no estado em que ele está ele não dirigiria nem o próprio olhar pelo seu decote sem dar na cara, ou porque ele vai estar em um coma alcoólico necessitando de uma injeção de glicose.

Por isso na próxima vez em que ver um, taca-lhe um Halls preto e parte pro abraço. Agora se ele te empurrar não se irrite, ele pode estar querendo apenas a sua ajuda para ler o cartão de consumação para ver se seus trocados são suficientes para tomar mais uma.

Barbz Nardini disse...

Ae, finalmente aprendendo que o que vale é o interior. O Lula já aprendeu isso, mas pra ele o que vale é o interior do nosso bolso.

Esqueceu de linkar O Esparro ein!
Boa sorte na busca por caras inteligentes. Nós, feios mas interessantes agradecemos!
bjo!

Déborah Tolentino disse...

Casa logo dórote!

Laura Pantaleao disse...

essa história de "meu tipo" é lenda! não existe mesmo...
bjão

Barbz Nardini disse...

Ae, valeu a linkada, e obrigado pelos elogios aos cartuns! ve se aparece sempre!
bjo!

Cris disse...

Esqueceu do outro lado domar, linda! AH ! perfeita a conclusão desse texto...é o único tipo ideal possível..Bj!

Gissa disse...

Ô Brenaaaa...

Quanta habilidade ao escrever! Na maioria das vezes fico impressionada!
Ahhh, boa essa teoria do homem-nada-seu-tipo para homem-que-você-beijaria!

hihihihi...
Sucesso sempre Breeee!
Bjs!

Sarah disse...

Qnd leio esses textos, sei perfeitamente do q e de quem vc ta falando. A descrição é perfeita!
Bacana d+!
:*

Sarah disse...

Qnd leio esses textos, sei perfeitamente do q e de quem vc ta falando. A descrição é perfeita!
Bacana d+!
:*

Lia Noronha disse...

Esses nossos tipos ideais..andam se modificando...a medida que os sarados são vazios e úteis demais!
A intelig~encia e o caráter...andam em alta!
Abraços mil

thaisebueno disse...

Brenaa!!! eu sou uma fã fissurada da Tati Bernardi... aii vi na comunidade dela, um link pro seu blog, falando que os textos eram tão bom quanto! e cá estou eu, o dia todo lendo seus textos e ficando cada vez mais apaixonada por eles! Amei! por favor, continue escrevendo! Já ganhou mais uma fã! Beijos! e sucesso!!!!

Carolina Braga disse...

Aiaiai.. adorooo absurdo o que tu escreve!! Adoro absurdo quando me vejo descrita com maestria - e ainda mais bonita!

Eita, vício danado de sabubre!

Beijos pra ti!

=)