15 junho 2007

OS INCOMODADOS QUE SE RETIREM

Dizem que os incomodados é que devem se retirar. Concordo. Se alguma coisa me incomoda, abandono o barco. Chuto o tal do balde. Ficar insistindo em uma coisa que não vai dar certo nunca foi a minha especialidade. Manter namoros estressantes, amizades interesseiras, empregos sem futuro não faz muito sentido na minha cabeça. Desculpe minha mania de ser clichê, mas a vida é muito curta pra gente perder tempo.

Não é nada fácil me agüentar, eu sei. Sou implicante. Pouco tolerante. Pirracenta. Mimada. Falo o que penso. Faço o que tenho vontade (só o que tenho vontade!). E pior: sou adepta de uma filosofia de vida muito objetiva que eu mesma desenvolvi: “Quer? Quer. Não quer? Não quer”. Muito simples. E é assim que eu gostaria que agissem comigo. Não me quer, saia da minha vida logo. Me quer? Faça por merecer.

Não puxo saco de ninguém. Detesto que puxem meu saco também. Nunca saí com quem não queria estar comigo. Nunca fui à festa sem ser convidada. Não faço amizades por conveniência. Não sei rir se não estou achando graça. Não seguro o choro se o coração estiver apertado. Não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar. Não namoro pra falar que tenho companhia. Nunca pertenci a grupos em que as pessoas pensassem, agissem e se vestissem todas iguais. Nunca precisei beber, fumar ou me drogar pra pertencer a nenhum grupo social. Isso não sou eu.

Sou eu a cidadã cansada dos padrões machistas da sociedade. Sou eu a cidadã cansada de ver as capas de revistas com corpos de fora e imaginar se o que conta realmente é ter alguma coisa por dentro. A cidadã que, de tanto pensar, não dorme. De tanto não dormir, não pensa. A cidadã que, aos onze anos de idade, queria consertar o mundo fazendo cover da Xuxa nas escolas e falando pras crianças não se drogarem. A cidadã que não confia nos homens, não acredita na humanidade e gostaria de adotar uma girafa. A cidadã que planeja montar uma família com onças, aves e siris - além da girafa. Sou eu essa cidadã estranha. Sonho que sou a Branca de Neve e acordo engasgada com a maçã.

E de tanto comer maçã podre, aprendi. Agora, jogo fora o que não presta. Ou melhor, saio eu mesma do jogo. Não faz mais sentido acreditar que a sua amiga interesseira vai ser uma pessoa melhor depois que você conversar com ela. Ou que seu namorado vai mudar aquele hábito que te incomoda porque ele te ama. Ou que seu chefe vai reconhecer seu esforço e não vai te demitir quando precisar reduzir o quadro de funcionários. Não funciona dessa forma. Por isso, saio fora antes do final do jogo se eu não estiver de acordo com as regras. Me retiro se a incomodada sou eu.

O que incomoda vai estar sempre ali no mesmo lugar. Mas você não precisa estar. Mude de lugar. Mude de casa. Mude de emprego. Mude de amigo. De ficante. De namorado. De marido. Mude de atitude. Só não fique parada reclamando. Faça aulas de boxe. Aprenda a dar bicudos, a fazer gestos obscenos, a falar palavrão, a xingar as pessoas, a largar tudo pra trás. Aprenda a não levar a vida tão a sério. Aprenda que o stress só vai destruir seu estômago e torrar seu dinheiro em análises e remédios caros. Aprenda que as pessoas não são do jeito que você gostaria que elas fossem. Eu aprendi. Aprendi a hora de me retirar: vou embora antes do final da festa.

45 comentários:

Lara cevada disse...

Oieee
Nosssa!
mto legal o texto de hj!
=D
tudo a ver
;*
tudo de bom e um otimo fds

Mineiras, uai! disse...

Excelentes reflexões, Brena. Concordo plenamente com seu ponto de vista. No entanto, não sei muito bem aplicar na prática essas idéias, sobretudo no que se diz respeito à amizade (estou pensando em uma amizade específica aqui, rsrsrs). Mas ainda não perdi as esperanças de "reagir". Seu texto me fez refletir...
Bjos, Bela

Cristina disse...

E tá certíssima, Brena! :) Bjos

R.C disse...

Boas dicas, querida, apesar de que eu tambem sou adepto a "os incomodados que se importem" outra versao humanitaria rarissima. Mas, importar-se nem sempre resolve. Emprego... Namorada... Casa... Sao coisas que as vezes fazem parte mudar, sim. Outras, como por exemplo, nossa politica, nossa sociedade, nossa educacao, nossa arte... Ai, os incomodados que se importem, e ja que incomoda, nao vaze, ajude a fazer diferente. Mas ai sao outros mil.

Bjx!

RF

david santos disse...

Está boa!
Esta mulher mata-me!
Pois quem não está bem, rua! Era o que faltava... aturar quem não queremos! Quem queremos ver ao longe! Ufa! Nem pensar! Eu queria arranjar forma de estar em desacordo contigo, mas tu tens-me "encostado à parede"... Não consigo. Vou reler o texto para ver se arranjo aqui um "defeito" qualquer. Desta vez não quero estar de acordo contigo a 100%. Mas está a custar! É que estou totalmente de acordo contigo. Quem não está bem, rua! Andar que a rua é larga!
Ah, já tenho por onde te "pegue"! Estava a ver que não, mas já arranjei por onde te "pegar.
Não há regras durante o jogo. As regras têm que estar estabelecidas antes do jogo.
Bem, eu hoje queria levar-te o texto todo. Contudo, o teu blogue não o permite. Arranja forma de eu o poder levar daqui. Pois quero vê-lo publicado, pela mesma autora, claro, em outro espaço.
Faz-me esse favor.
Obrigado e tem um bom fim-de-semana.
Até sempre

Dé Tolentino disse...

Ai Dórote, vc é foda mesmo! Muito bom, como sempre!!!

Aquela parte do ...achar que o namorado vai mudar um habito que te incomoda porque ele te ama... eu fingi que aprendi ha uns 6 anos! (fingi, só...) (o que é péssimo, afff).

Bjosss (pessoas interesseiras: procurem sua turma, seus respectivos; obrigada)

Sahh disse...

E qnd eu preciso ler algum conselho legal.. pensar em alguma coisa bacana que não sejam as minhas asneiras cotidianas eu venho aqui..
e SURPRESA!

Eu encontro exatamente o que eu precisava ler!
:D

Vc é brilhante!!!
Mto sucesso pra vc sempre ;)

E eu juro que vou tentar me retirar.. pq to mto incomodada xD

Beijoo garota ;*
td de bom!

-=|Ø |-|ä®ägäñö|=- disse...

Oi Brena,
Interessante como algo tão óbvio não seja nítido à algumas (pra não dizer a maioria) pessoas: Se continuar fazendo as mesmas coisas, continuará obtendo os mesmo resultados! Eu sou como você. Não gosto de esperar a oportunidade passar e atiro-me à realizar o que acredito. Por isso, tantas vezes, quebro a cara. Mas tento continuar acreditando, rs. Olha,seu blog está tão bom que vou inseri-lo coo link no meu tá?
Ah...e concordo com o que escreveu no meu post do dia dos namorados. Eu só achei curioso, pq atualmente oro em uma cidade que mulheres bonitas, inteligentes e solteiras não existem. Se possui as duas primeiras qualidades é casada. E se é solteira, não tem uma das qualidades anteriores...rs. Acho que preciso me mudar pra BH...rs
Bjo.

Anônimo disse...

Um beijo direto de dubrovnik, querida brena. sinto saudades. N se esqueca depressa de mim. bj

-=|Ø |-|ä®ägäñö|=- disse...

Atualmente eu moro em Viçosa, pertinho de BH. Estarei por aqui até terminar meu doutorado, o que deve ser até o ano que vem. Não é que aqui não tenha mulher, na verdade tem bastante..rs...mas por ser uma cidade universitária há poucas pessoas interessantes para um relacionamento. Se você não estiver disposto à um ôba-ôba, se sentirá um 'estranho no ninho'..rs.
Mas pretendo mesmo mudar-me para BH. Assim espero, ao menos. Quero fixar-me em MG mesmo. Mas sou baiano e estou em Viçosa há cinco anos, desde a residência!!!
Bjo

Doutroladodomar disse...

Dá-lhe, Brenita. Voltamos do outro lado, vissi???? Bj

Mustafa Şenalp disse...

ÇOK GÜZEL SİTENİZ VAR.

rafa disse...

parabens!texto maravilhoso!
vc escreve muito bem
grande beijo

Luisa disse...

Você é mesmo intensa, amiga.
Por isso seus textos fazem tanto sucesso. Parabéns!

leh disse...

Ultimamente as pessoas só tem chegado em mim pra falar coisas que me façam acordar, aquele sacode! E agora lendo mais esse texto :S ai ai ai

;as pessoas nao sao do jeito q vc gostaria q elas fossem;

nossa
¬¬

ficou mto bom!
;*

jailenec disse...

Perfeito!!
Eu também aprendi... mas infelizmente isso foi só depois de 'destruir meu estômago e torrar meu dinheiro em análises e remédios caros'. Mas vá lá, antes tarde do que nunca, não é?!
Abraço!!
Jailene.

Cinara Lisboa disse...

Palmas de pé pra ti! Fico aqui ansiosa esperando seu próximo post...eis que me surge esse texto-manifesto: perfeito!

Olha, sou adepta da mesma filosofia que vc...acrescentando que detesto meias palavras, joguetes, cinismo, enrolação. Gosto de gente que fala e faz.Que dá a face a tapa, cara de pau, sem medo de ser feliz. Gente autêntica.

Tenho verdadeira preguiça desta hipocrisia, deste diz-que-me-disse, desta falta de objetividade por parte de quem quer que seja. E como incomodada, me retiro mesmo! Á francesa, sem me despedir, sem deixar nada para trás. Como você não espero o final da festa, minha festa que faz sou eu! Do meu jeito! Se há quem compartilhe comigo: ótimo! Se não: é um favor que me fazem. Vivo feliz: Graças á Deus!

Mais um texto que vai merecer menção (honrosa) no bailarina!

Grande Abraço pra ti!

Llu disse...

Blog super legal..
Visita o meu??
BjoO! =*

Viviane disse...

Oi, menina!
Obrigada pela visita em meu blog!
Só pra te avisar: roubei a foto do seu post anterior! Não fique brava comigo! rsrs
Bjs

Luiza Lisboa disse...

Muito bom!!!
Ah... tem hora que cansa né? Eu sou a pessoa mais "apasiguadora" que existe. Converso, converso, converso... mas realmente tem coisa que não muda! Pra que tentar mudar?
Dá licença que vou me retirar desse blog aqui pq... hahahaha mentira! Aqui é um lugar que não me retiro nunca!
Bjos!!!

Luiza Lisboa disse...

Ah... e não vou fazer boxe não, vou fazer Krav Magá! Anima? 50 reais e é a melhor luta que eu acho! rsrsrsss...
Vamos ter o braço da Madonna ou não?
Bjos!

Pepe Luigi disse...

Brena,

Abandonar não é cobardia
E retirar muito menos!
É enfrentar o boi pelos cornos
Os cornos da vida!

Bjs
Pepe.

Wev's disse...

Esperando la ultima ola♪♪♪ .....

Uma hora o saco estoura mesmo.
Só que eu saio a francesa.
Sem alardes...
Sentidno saudades..
mas a saudade pessa.. e ficam as boas lembranças.

Esperando la ultima ola♪♪♪...
Cuídate no te vayas a mojar♪♪♪...
Mamacita te invito a bailar♪♪♪...
Boa semaan baby

lilian disse...

Só tenho uma coisa a dizer:
ADOREI!!!

bjao

Lilian

Ana disse...

Brena, meu problema é que eu PRECISO ouvir a verdade, vc não tá entendendo. Acho uma p. de uma sacanagem o silêncio e a retirada sem mais nem menos, sem nem mesmo dizer: "Olha, foi bom enquanto durou, agora não dá mais."
Acho que por tudo que eu sou mereço ao menos isso, a verdade. Mesmo que doa, mesmo que seja amarga.
Beijos, excelente texto!

jana disse...

era tudo que eu precisava ouvir (ou melhor ler!rsrs) hj!

robert mayoral disse...

Muy bonito blog, me encató leer tu preciosa poesía en prosa....
un saludo desde Barcelona (España)

Anne Baylor disse...

U lá lá..
Quanta excentricidade numa pessoa só...

Algumas coisas combinam comigo..
Outras.. São só suas..

Super bjo.

=]

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá Brena, todos somos diferentes, e ainda bem que assim é.

Só temos de aprender...

Beijo

B R E N A disse...

Só pra quem pode.

;)

Adriana disse...

Oi Brena., amo seus textos..perfect...
haha,gostei da parte da girafa e de não confiar nos homens..
menina esperta..
bjossssss

Anônimo disse...

AMEI, AMEI, AMEI... NÃO TENHO PALAVRAS PRA DIZER O QUANTO EU PRECISAVA LER ISSO!
BEIJOS DO SEU PRIMO THE...

Ricardo Rayol disse...

Isso que eu chamo de indignação. Mas a impressão que me dá que antes de uma atitude libertária há uma introspecção forte aqui. De qualquer forma você falando palavrão deve ser muito doido.

Lunna disse...

Sabe, eu acho que as pessoas perdem tempo demais sendo outras pessoas. E chega um momento em que elas mesmas, já nem sabem mais quem são...
E há uma outra coisa ainda: as pessoas não gostam de autencidade e veracidade porque faz com que elas enxergam tudo aquilo que elas não conseguem ser porque se submetem a rótulos dessa sociedade hipócrita, que diz que não votou no lula, mas ele está lá - só não se descobre quem o pôs lá (risos).
Eu tenho manhas e manias, não faço nada que não esteja a fim e como tudo que quero. Odeio dietas e não estou nem aí se eu tenho celulite ou gordurinhas localizadas. Não sou uma tábua e me divirto com a fome que essas modelos passam (ridiculo)... Adoro chocolates e batatas fritas!
O problema? Somos diferentes e pensamos (nossa) a gente pensa.
Beijos.
Adorei seu post.

Anônimo disse...

Saudade,direto de Sorrento,Italia

Anônimo disse...

Mto tempo jah q eu leio o q vc escreve e nunca comentei, soh gostaria de parabeniza-la por essa sua incrivel capacidade de escrever tao bem!
O engracado eh q o seu blog foi passando de amiga pra amiga, e agora estamos sempre comentando sobre o q vc escreve e perguntando se tem texto novo!
Nao pensa em escrever um livro nao? com czta eu iria comprar ;)
Bjaoo querida e mais uma vez, parabens!!!

Ná Jornalista disse...

Toda certa...preciso crescer e ser assim, sabe?
=/

Certinha vc!
Beijo Ná Carvalho

Anônimo disse...

Brena...

Seus textos são lindos!!!

Parabéns!!!

Bjão

david santos disse...

Então!
Toca a sair da festa!
Abraços.

Nathy disse...

Muito boas as reflexões desse texto!! Gostei! Ah, o que eu não gosto nesse blog né? :D
Sempre manda super bem Brena!!

Parabens =**

Emanuelle Félix disse...

Sinceridade é qualidade e tem um grande valor!

To contigo...

Bjus

Je Vois La Vie En Vert disse...

Cheguei aqui pelos meandros da blogosfera e gostei aquilo que li.
Acho que tens toda a razão mas não te aconselho morar com uma girafa, acho que terás algum problema para encontrar uma casa onde ela couber e sabes, é bastante complicado quando chega o momento de lhe lavar as orelhas...:-)
Um beijinho verdinho

Juliana Mattoni disse...

Achei vc um pouco incoerente quando fala: "de corpos de fora em revistas e o que conta é o que tem por dentro" quando em seu próprio blog há a frase permanente "admiradora dos corpos perfeitos"

Carolina Braga disse...

'“Quer? Quer. Não quer? Não quer”. Muito simples.'
Conheço alguém que diz/faz/É assim: quer? beleza. não quer? beleza (também).
Aiai...
:D

'Aprenda que as pessoas não são do jeito que você gostaria que elas fossem. Eu aprendi. Aprendi a hora de me retirar: vou embora antes do final da festa.'
Final certeiro como sempre! Me identifiquei pacas com esse! Tem umas coisas que tu fala, que é engraçado, eu falo exatamente do mesmo jeito. Eu hein...rs

Beijo.

Antônio Barros disse...

Olá, Brena.
Gostaria de pedir sua permissão para postar esse texto em meu blog.
Se a permissão for concedida, peço que mande um e-mail confirmando para o seguinte endereço: barros_psy@hotmail.com
Obrigado.
Ótimo texto/blog, adorei, parabéns.