30 abril 2007

EU QUE ACREDITEI

Não que eu seja uma cidadã vivida. Pelo contrário. Minhas experiências não resultaram em aprendizado nenhum. Continuo entrando em roubadas. Me dando mal em finais infelizes. Escolhendo os homens errados (quando eu bem sei quais são os certos, mas finjo não saber). Trocando o mocinho pelo bandido. Fazendo grandes investimentos em pequenas pessoas. Sei que isso acontece com todo mundo. Mas acho que comigo já deu. Sou pouco tolerante.

Tolero falta de grana. Tolero desemprego. Tolero ciúme. Tolero chatice. Tolero amigos chatos. Tolero futebol 57 vezes por semana. Tolero boteco com os amigos. Tolero amigas bonitas e peitudas. Tolero até homem bêbado. Mas certas coisas não descem mesmo. Não tolero falta de caráter. Não tolero mentira. Não tolero enrolação. Não tolero conversa pra boi dormir. Por um único motivo: detesto me sentir feita de idiota.

Nunca me iludi com palavras bonitas. Com frases bem formuladas. Com presentes bacanas. Com caras que pareciam bacanas. Sou pé-no-chão. Nunca me vendi pra carinhas que abrem a porta do carro e fecham a cara quando você pede a verdade. Nunca troquei minha companhia pela conta do restaurante. Nunca acreditei em pessoas que falam bonito. Nunca aceitei champanhe de estranho. Nunca precisei disso. Nunca precisei de um namorado pra me auto-afirmar. Pelo contrário. Vivo bem comigo mesma. Por isso reverencio a vida de solteiro. Namorar pra ter dor de cabeça não é pra mim.

Não gosto de dar conselhos. Não gosto quando as pessoas tentam se meter na minha vida com soluções mágicas. Acredito mesmo que a gente só aprende – ou não – dando cabeçadas na vida. Que a gente só aprende com as próprias experiências. Acredito também que quanto mais a gente vive, menos tolerante se torna. Acredito que as atitudes contam muito mais do que as palavras. Acredito que cidadãos que bancam os bons moços têm muito mais chances de te decepcionar. Acredito que mentira tem perna curta, como dizia minha avó. Acredito que a gente deve conhecer uma pessoa antes de se apaixonar (e não o contrário). Acredito que tudo que vem rápido demais vai embora com a mesma velocidade. Acredito que a gente só tem uma chance na vida de fazer uma grande merda. Acredito que perder a confiança é como quebrar um vaso: você pode até conseguir colar, mas vai ser sempre um vaso colado. Acredito em duendes, gnomos e em papai-noel. Mas não acredito nos homens. Não mais. Duvido até de mim mesma agora.

54 comentários:

Ná Jornalista disse...

Bem vinda ao clube das desacreditadas da vida, e os homens que nela existem...elaiaa, mal necessário!

Boa semana,Brenna...
Beijo Ná Carvalho

Cyndi® disse...

Duvidar deles, sempre. De si mesma, jamais! E para quem acha que não aprendeu nada, até que você escreveu várias lições; veja bem, você já sabe exatamente o que você tolera, o que abomina e no que acredita...
Boa semana!
Bjx,
Cyntia Simões.

Leh disse...

Não acredito nos homens.

Pq será q sempre falamos essa frase, mas no final das contas nunca é isso que acontece.. Eu paro pra pensar e sinceramente nao tem uma explicação.. é uma coisa tão ridícula, mas tão ridícula..
Ridicula.. pq msm 'nao acreditando'.. msm 'iludida' ..ah história sempre se repete. Outra coisa estranha é q com certos erros, vc aprende.. se toca, blz! Mas qdo é algo relacionado com 'HOMENS' .. hauhauhau.. c erra 1, 2, 3 vezes a msm coisa! é paia viu.

:*

Anônimo disse...

Tá solteira?
Fica solteira e fica comigo.

Ricardo Rayol disse...

Brena, algumas experiências poderiam ser evitadas se ouvissemos os mais velhos. Digo isso pois nunca acreditamos que uma tomada vá dar choque se não enfiamos o dedo nelas. Uma forma simples de dizer que mesmo sendo épocas distintas a cafajestice é cíclica e repetitiva. E, sinceramente, fico pasmo. Tudo bem, você é gatinha. Mas é muito inteligente e, pelo que disse, pé-no-chão. Incrível não ter acertado ainda. E pode escrever, você tolera coisas que a maioria das mulheres não tolerariam.

Fernanda disse...

Nossa, Brena, sempre me identifico com suas palavras e com as sensações que vc passa através delas. Mas dessa vez foi muito forte. Especificamente hoje, dia 30 de abril, eu poderia ter dito todas essas palavras, do início ao fim. Estou com o coração pequeninho e se chorar em local de trabalho desse demissão por justa causa eu estaria na rua...rs
Beijos!

Viviane disse...

Oi!
Estou feliz com sua visita!
E pode se sentir poderosa sim. Vc tem atributos para isso. Mais um texto surpreendente! Tem tudo a ver comigo tb! rs Mas, não fique desacreditada: vc tem valor e, numa hora, a pessoa certa chega! é só abrir bem os olhos!
Beijão!

Vinícius Vardiero disse...

A Brena tá sofrendo do miocárdio de novo e pro nosso deleite, voltou a escrever (e bem, pra variar).

Quero iniciar a campanha: Façam a Brena sofrer!

Já que levamos a fama mesmo e fomos (nós homens) premiados com este texto, façamos jus ao "elogio" e colhamos mais textos brilhantes! Hehehhe!

Brincadeira Brena! Parabéns pelo texto e tudo de bom.

Vinícius Vardiero

Ricardo - ricosiqueira@gmail.com disse...

Bem, eh a primeira vez q venho no seu blog e n vou dar conselhos, ate pq, eu tb tenho problemas com o coracao...Sim, eu acredito piamente no amor,mas acho q a questao n eh mais essa. Mais do q no substantivo excessivamente abstrato,a dificuldade esta no verbo: amar.
Se eu fosse contar as vezes q ja enfiei os pes pelas maos...Oq me salva, e por vezes me atrapalha, eh meu desejo de acertar. Mas n tem problema, eu e o amor temos um conhecimento intimo um do outro e o que passou eh o que me faz compreender que nao saber amar eh a regra, ninguem nasce sabendo...
Desculpa o comentario longo e mal feito, eh q eu sou engenheiro, n sou bom com letras,tento ser com os numeros. So n esquece nunca, q mulheres como vc, valem todas as penas do mundo.

Ricardo disse...

Ah, menina linda, lembrei tb de um trecho de um livro e sai procurando pra te mostrar:
"Somos infalíveis na nossa escolha de amantes, particularmente quando precisamos da pessoa errada. Existe um instinto, uma força magnética ou antena que busca o inadequado. A pessoa errada é, obviamente, certa para determinadas coisas - para nos punir, oprimir ou humilhar, para nos desiludir, abandonar ou, pior ainda, para nos dar a impressão de não ser inadequada, mas quase certa, mantendo-nos assim presos no limbo do amor. Não é toda a gente que é capaz de fazer isto."

[ Hanif Kureish, in: Meia-Noite Todo o Dia, Teorema, Lisboa, 2000 ]

Vc escolhe os homens errados. Eu, as mulheres.

"n eh toda gente q eh capaz ed fazer isto"

Anônimo disse...

É The, tanta gente legal e sozinha a procura de um "principe encantado" que nao existe, né?!
Cada vez mais dicil se relacionar... se ver aos olhos de outa pessoa é uma tarefa muito dificil pra nós pobres mortais!
Beijos e te amo!

Cris disse...

Oi, Brenita! Só discordo de uma coisa, querida: Nossas chances de fazer merda são ilimitadas enquanto nosso controle de qualidade ( aquele com pilha da razão ) estiver avariado .Bola pra frente, linda !

Viviane disse...

Moça, vc sabe que sou nova aqui no blog. Como faço para colocar minha foto no perfil?! Tentei, mas não consegui! rs
Help me!
Espero poder bater papo com vc!

Anônimo disse...

Nossa!!! Como sempre vc Brena querida, consegue de maneira brilhante expressar os sentimentos humanos... O que queremos dizer! Tb não tolero falta de caráter...
Amo viver comigo mesma...
E, sem dúvida alguma aprendemos ou não - dando cabeçadas!
Mas, cansa, dói dar cabeçadas rs
Entretanto, não quero deixar de acreditar, de ter esperanças que ainda será possível SER FELIZ - com ou sem Eles - os homens! Primeiro precisamos reacreditar em nós mesmas amiga Brena! Nos amar...

Anônimo disse...

Não entendii pq foi anônimo!? O que eu disse acima ratifico amiga Brena! E parabéns sempre por textos tão lindos!!!
Fabiana N.

Paula Estrela disse...

Brenaaaa! Conviver com esses seres exige uma boa dose de paciência ...

Passei a aplicar algumas regrinhas básicas nos relacionamentos: entre com sabedoria, aproveite os momentos com intensidade e ao final, esqueça o orgulho e arranque dele a maior pensão que conseguir!!! kkkkk

Acerte aonde dói... risos...ou seja, qualquer lugar na altura dos quadris ...kkkk!

Boa semana, linda!
Bjos

Anônimo disse...

Até amigo português (estou a falar de moi, é claro!!!) já tinhas feito, com as tuas inspirações (e transpirações) de apaixonada pela vida, pelas festas, pelos playboys...
E agora "esse mau astral" (esta foi com sotaque brasileiro), não dá para aceitar...
O bicho Homem foi feito para curtir, não para acreditar, se queres ter fé, o sitio é missa de domingo...
Beijinhos e vê se dás a volta por cima (senão ao espírito, pelo menos ao mundo...)
Fui,

mojitos disse...

Você se arrisca fácil hein?

Cuidado com o que deseja.

Um beijo.

Annina. disse...

Adorei o texto!

Você disse o que já diz dizer muitas vezes...



Beijoca!

Ricardo disse...

E eu q acreditei q mulher bonita n era interessante?
Errei feio...mto feio... ;)

Danizita disse...

É dureza...

Mas faz parte da natureza... Nem eu sei onde me encontro mais...

Acho que estou tão perdida!

Bj

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Brena,

Também sou solteiro e, acredite, se você fosse homem, teria exatamente as mesmas aflições e decepções que tem sendo mulher... acho que é parte do "aprendizado" a gente acaba perdendo um pouco a fé nas coisas mesmo.

Moita disse...

Arrebentou! Fiquei até com um pouco de medo, muito embora não minta.

Sem brincadeira, muito bom e bem escrito texto.

2 cheiros

Viviane disse...

Moça... ainda não me linkou!!! snif snif!
rsrs
Bjs

Pensamentos disse...

Vixe
Texto praticamente escrito por mim
Idem e assino embaixo quantas vezes for preciso
Bjs

Juliana Marchioretto disse...

eu tb não acredito em contos de fadas...

bjos querida!

Gissa disse...

Nossa, Brena!
Q desabafo!
Adores...

Tem hora q nem eu acredito em mim tb... quanto mais nos homens e nem se quer nas atitudes deles!

Impressionante como indentifo com os seus textos, encaixe perfeito do dia-a-dia!

Amiga, vc está perdendo tempo em não investir nestes textos, pública isso logo, faz um livro, aproveite do seu don!

Bjusss e sucesso sempreeee!

\õ/

Marcela disse...

SUBLIME!!!....vc expoe oque sente e abre o olho da gente!!...adorei...bjss e lembre-se O AMOR PERFEITO é ilusão,portanto se não é feliz com alguém....PERMITA-SE..buscar oque te faz feliz.

pseudonimo disse...

vasos de plástico não quebram. amanhã te levo na 25 pra provar.

to querendo viver disse...

brenaaaa
seus textos ao otimosss e eu ate me inspiro em você
adoro demaiss
e leio quase tds as suas publicações
;)

um bju
c cuidaaa

Viviane disse...

Concordo com o comentário de cima!
Minha primeira inspiração é Clarice Lispector (que ainda vou ler! rs) e depois é uma moça chamada Brena! Vai escrever bem assim!
Bjs

Sueli disse...

Este seu texto tem muito a ver comigo hoje, Brena. Depois, dê uma olhadinha ... Beijo!

Miah G. disse...

Hahahahahaha Pior que está difícil mesmo! Existem poucos homens de caráter por aí... Mas oh, nem em Papai Noel eu acredito não! Rárárá! :*

Késia Maximiano disse...

aaahhh
desacredite dos homens, mas nunca de vc mesma...

Felicidade sempre.. Seja lá como for...
Bjoooosss


ADORO O TEU BLOG =)))
PARABENSSS

lys disse...

nossaaa..
aonde vc tira taanta criatividade pra escrever isso??
seus textos.. ô..
sao PERFEITOS!

eles ja me ajudaram mto sbia?!

bjaoo linda ;*

Imilena Oliveira disse...

Oi brena, nunca mis tinha vindo aqui, seus textos continuam otimos continue sempre sendo essa pesoa inteligente e escrevendo com o coração!!!

Ps; te linkei na minha pagina bjs

Mikas disse...

Querida Querida deixo-te uma beijoka

Anônimo disse...

Brena!
Parabens! Seus textos sao lindos!!
Achei sem querer sua comunidade no orkut, e vim dar uma olhada!!
Ameiii!!
Tem como vc me mandar por e-mail?
giselle_franklin@yahoo.com.br

Obrigada!!
Giselle

Luiza Lisboa disse...

Nem sei o que escrever!
Sabe meus rolos da facul? Um deles se encaixa direitinho no seu texto! Ele escondia uma namorada! Acredita?
Vou ler esse texto todos os dias!
Adoooooooooooooro esse blog aqui, amo!
Bjos bjos!!!

Canutinho disse...

Incrível como você descreveu muitas coisas que eu também concordo!! Não suporto que me façam de idiota... e ta ai, nem todo homem que aparenta ser bonzinho, de fato é. E também voto pelo namorar pra ter dor de cabeça não é pra mim... acho que estamos com os pensamentos conectados porque minha conclusão depois das últimas semanas é exatamente essa que você descreveu!!
Beijocas e força pra nós...

Lunna disse...

Estou de passagem para avisar que estou arrumando a casa lá no Lenta Composição, por isso estou avisando os amigos que os estou linkando por lá. Os mais novos, os mais velhos... Bem, caso não concorde com isso, basta enviar uma circular em 3 vias, selada, carimbada, registrada e mais algum outro ada que eu tenha esquecido e dentre uns 45 anos aproximadamente, responderemos. Caso canse de esperar a resposta... Faça um desabafo nos coments.
Beijos a sua alma e o desejo de uma semana maravilhosa.
Lunna

Lunna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebeca disse...

d+ o texto, só não sei se eu precisava ler isso exatamente agora...
não sei se acredito, ou não...

ai ai

beijo

Viviane disse...

Oi, moça sumida!
Espero que esteja bem!
Passei aqui só pra te dizer que roubei uma foto do seu blog. Passa lá no meu vc vai ver! Espero que não se incomode!
Beijão no core!

*Lusinha* disse...

"Acredito que a gente deve conhecer uma pessoa antes de se apaixonar (e não o contrário)."
Simplesmente, essencial!
Bjitos!

rosa dourada/ondina azul disse...

Conhecer antes de apaixonar
e ir devagar para não cair depressa.
Querida Brena, como às vezes não escutamos a razão.

Beijo,

Fred disse...

Não generaliza...
Essa história de "os homens" são isso, "os homens" são aquilo, só serve pra juntar no mesmo saco gente como o Marcos Valério e o Gandhi.

Agora, duas invejas: uma de gente que sempre posta coisas novas ao invés de deixar acumular séculos, como eu. E outra de gente que tem sempre centenas de comentários nos posts, como você.

É verdade. Pode acreditar, apesar de eu ser homem...

Lunna disse...

Hoje, com mais calma, vim ler seu blog... Nossa! Que desabafo...
Acho que temos lado que gosta de sofrer e outro lado que gosta de insistir... Não vai por ali e a gente vai.
Depois reclama.
Lembrei de Clarice Lispector agora.
Boa noite.

Deco disse...

"Desilusão... Desilusão... Danço eu dança voce na dança da solidão".

Não anda mesmo fácil manter a fé acesa... Está difícil acreditar nas pessoas (aí incluo as mulheres também), mas que exista esperança. Não podemos permitir que os tropeços nos deixem desacreditados.

A casa está enfim atualizada.

Marcos Caetano de Castro disse...

Se você duvida de si mesma eu duvido que você duvida da minha dúvida sobre a sua dúvida. E vice-versa. Ou não, já dizia Caetano. =)

Anônimo disse...

Olha não te conheco...mas sou obrigada a tirar o chapéu pra ti. Ficamos toletantes durante muito tempo...séculos diria...De fato ninguém além de nós mesmos pode nos fazer feliz...Conselho Prezada Brenda: Se vc conseguir ser tolerante consigo mesma já é bastante. E que as outras pessoas é que se deêm por satisfeitas! Parabéns pelo seu texto! Abs.

Aloisio Nunes de Faria disse...

Parabéns pelo seu texto. Espero que a colega seja feliz, com essa sua maneira afirmativa de pensar e agir. Entretanto, penso que o problema não somos nós, os homens, mas, sim, nós as pessoas. O fundamental é o caráter. Sem ele, seja no homem ou na mulher, não há relação que agüente,.

david santos disse...

Não! Eu que não acredito de que tu alguma vez tenhas acreditado! Tu!!?
Não, querida amiga, não acredito! Bem, cá em baixo, já admites não acreditar na (besta):homem. Mas há uma coisa que te garanto: tu acreditas em ti.
Bem, agora vou ler o teu "DIÁRIO VIRTUAL". Sei que pelo título vou sair de lá bem disposto.
Vamos a ver, vamos a ver...

Carolina Braga disse...

'Não tolero mentira'
'detesto me sentir feita de idiota'
'Nunca precisei de um namorado pra me auto-afirmar. Pelo contrário. Vivo bem comigo mesma. Por isso reverencio a vida de solteiro. Namorar pra ter dor de cabeça não é pra mim.'
'Acredito que tudo que vem rápido demais vai embora com a mesma velocidade.'
' Acredito que perder a confiança é como quebrar um vaso: você pode até conseguir colar, mas vai ser sempre um vaso colado.'

Conheço uma pessoa que segue essa mesma cartilha.

E me despeço com a máxima:

TUDO O QUE VEM FÁCIL, VAI FÁCIL.

Beijos de bom dia! =)