31 outubro 2006

CAMA NOVA, LENÇÓIS BRANCOS E A VELHA COMPANHIA

Eu penso que estou ficando velha desde que eu tinha 19 anos de idade. Hoje, praticamente uma anciã, sinto sinais claros de envelhecimento. Não que meu espelho esteja acusando alguma coisa. Minha pele continua lisinha apesar de tanto sol e tanta bronca do meu dermatologista. Meu corpo está melhor hoje do que quando eu tinha 20 anos e um personal trainer. Meu cabelo finalmente passou do loiro-arregalado-paquita para um tom que combina mais comigo. A gente vai criando certas noções com o tempo. E, talvez, esses sejam os sinais mais evidentes de que estamos envelhecendo.

Depois de muitos carnavais, micaretas e shows de bandas que nunca fizeram a mínima diferença na minha vida, eu comecei a só beijar pessoas que vão fazer alguma diferença. Depois de me envolver com caras bacanas e caras idiotas, caras legais e caras chatos, caras sarados e caras flácidos, comecei a perceber que o cara certo não tem um rótulo. Ele simplesmente te quer. A idade, ou a maturidade, ou o envelhecimento... ou seja lá o que for, me fez perceber que é muito adolescente esse negócio de querer quem não quer a gente. Hoje, se o cara não me quer, sinto muito. Vá cantar em outro terreiro. Sei exatamente o que quero pra mim. E, definitivamente, quero alguém que me queira.

Mas o sintoma mais grave de envelhecimento está por vir: ando fazendo compras na M.Martan. Isso mesmo. Por dois domingos consecutivos, saí do shopping carregando sacolas que não cabiam no porta-malas do meu carro. Edredons, lençóis, travesseiros. Que pessoa da minha idade gasta tempo e dinheiro com coisas de casa se ela não vai se casar nem está mudando de apartamento? Sim, uma pessoa que se casou com ela mesma (e que também está em constante mudança). Uma pessoa que comprou uma cama gigante (gigante!!!) pra dormir sozinha. Que comprou lençóis brancos e um edredom de 2,80m pra esquentar ela mesma. Uma pessoa madura o suficiente pra gostar da sua própria companhia. Uma pessoa que não ocupa o espaço sobrando na sua cama com pessoas que sobram na sua vida. Uma pessoa que também não vai ser sobra na vida de ninguém. E, sim, essa pessoa sou eu.

Envelhecer tem seu preço. Você fica muito mais exigente. Você quer lençóis 100% algodão com num sei quantas centenas de fios (entendo tudo de lençol agora!). E você não importa de pagar mais caro por isso. Você quer um cara que seja 100% seu (continuo sem entender nada de homens!). E você vai pagar o preço que for pra isso. Você exige qualidade e durabilidade. Exige material de primeira linha. Você não compra mais roupa de cama que acaba na primeira lavada. Você não tolera relacionamentos que desbotam depois da primeira noite. Você não quer tecido que tenha nem 10% de poliéster. Não quer 15 caras te ligando se nenhum deles te interessa.

Ando nessa fase de lua-de-mel com a cama nova e comigo mesma. Curtindo minha própria companhia. Pintando as paredes do quarto. Jogando fora os lençóis velhos. Dando pros outros os relacionamentos antigos que eu não quero mais. Me reciclando. Amadurecendo. Tecendo meu casulo novo pra criar asas e virar borboleta. Passando por um processo de transformação pra crescer. E o melhor disso tudo? Esse é o tipo de casamento que dura pra sempre.

48 comentários:

a superlativa disse...

ai, ai...
como gosto de tudo isto que vc escrever...
cada post é um tapa na cara... um "acorda aeh marselle!"...

o maior tapa foi... " uma pessoa qie não ocupa o espaço sobrando na cama com pessoas que sobram na vida"...
eu aprecio infinitamente minha compania... e me viro bem com a "solidão"... e apesar de não ocupar literalmente minha cama (até pq sou um tanto qdo careta e puritana qto a isso...), eu acabo ocupando minha vida e meus pensamentos com gente assim... gente que sobra na vida...
humpf...

beijos querida!
obrigada por cada tapa na minha cara! rs

Moita disse...

Ué! Falou como se fosse completar 80 anos a semana que vem. Deixa de onda.

Tou vendo você sentada nesse banco de praça. Uma gatona. (rssss)

Deixe-me ir a BH que vou dar um jeito em voce.

Pra vc acabar essa mania de se sentir velha.

Uns cheiros

disse...

Que delicia!!! Reciclar o melhor lugar do mundo: A CAMA.
Bjos e divirta-se

Cris disse...

Parabéns, Brenita!!( continuo com a intimidade não autorizada! rsr ).. Voce fala de uma forma muito madura ( e não velha de ser )e com auto estima em dia...Vc mevalidou sem querer, não imaginas!!! Beijo, linda.

nadia disse...

Brena, PARABENS pelo casório!
è fascinante quando percebemos que nossa cara metade é a gente, e assim inteirinhas podemos formar quem sabe um casal com alguém mais!
linda fase, aproveita!
beijo

Rebeca disse...

nada melhor do q lençóis de percal né?
sempre com textos produtivos....
e divirta-se em sua nova cama!
=)
beijos

Tiago disse...

vc me surpreendeu, brena braz. praticamente uma monografia resumida de como ser feliz. beijo.

Emanuelle Félix disse...

É isso aí Brena... Maturidade é nome dado a esses sintomas que penso serem positivos!!!

Helena Oliveira disse...

Brena, texto super vc!
Não te conheço pessoalmente e nem tanto pela "net".Mas esse texto foi totalmente vc!

Adoro me reciclar.Aliás, nós mulheres sempre queremos o novo.O inovador!

Beijos, amei!
;)

Claudio Azevedo disse...

É isso aí! Primeiro amar a si mesma para poder amar os outros. Perfeito! Belo texto! E a bela foto? Onde conseguiu?

Keylla disse...

Nuss, seus textos sao sem comentarios, simplesmente perfeitos, vc está de parabéns...Tenha certeza q s um dia vc escrever um livro eu serei a primeira a comprar.

Achei seu blog por acaso, e agora nao consigo mais parar d ler nenhum texto, to quase acabando d ler todos, ainda nao tenho um preferido, pq todos sao maravilhosos!

Espero q Deus te abençoe e q vc continue escrevendo tao bem como vem fazendo, estou a espera d outros textos.

Agora vc tem uma nova fã, sim pq ja sou fa dos seus textos, amooo demais!

O meu e-mail eh: keylinha.cj@ hotmail.com

Se quiser entrar em contato comigo!!

Bjs Keylla!

Canelas disse...

Não sei se realmente, tudo isto é um sintona de velhice e sim um sintoma que você agora encontrou o ponto certo na sua vida. Agora as coisas farão mais sentido, tudo terá o seu verdadeiro significado e as formas não terão valor pelas suas aparencias.
Pessoas que talvez nunca tiverão um brilho, terão significados mais importantes que outras que brilhavam feito sol.
As conquistas virão naturalemente e você será cada dia mais feliz e completa.
Parabens, você acaba de entrar pro estagio das pessoas mais felizes e completas de um munndo esquisito, frio e sozinho.
Beijos The... saudades

Dani Morreale disse...

E existe laço maior na vida que casar com a gente?
Coisa boa!!!!!

Amiga infinito, considerações:

Você não está ficando velha, como diz meu amigo Robinho, dj - você está a cada dia ficando mais seletiva, julgo também as novas modas =)

Outra, fiquei super feliz quando diz que está mais feliz com seu corpo depois de algum tempo (me animou),

Mais outra, amigaaaaaaaaaaaa, que bom que tá casadissima com vc, e tem uma cama king enoooooorme, espaço sobrando pras amigas tricotar!

Saudadona,
beijú xuxu!!!!!

Dani Morreale disse...

Que tanto de novos textos, estou bem sumida.

Adooooooooorei!

Keylla disse...

\o/

Brenaaaaaaaaa

Até q enfim, acabei d ler todos os seus textos!

Pra variar maravilhosos, recebi seu e-mail, nao precisa agradecer nada, sou só mais uma na multidao q adora seus textos e continue assim.

Espero ansiosamente por textos novos!

Bjs Keylla

Déborah Tolentino disse...

"Uma pessoa q nao ocupa espaço sobrando na sua cama com pessoas que sobram na sua vida"....

ABAIXO A FLACIDEZ!!!!!!!!!!


amei dorote!!!!

Anônimo disse...

Amiga,
como sempre, você dá um show com as letras!!!Parabéns!!!Tenho muito orgulho do seu talento!!!
Beijos, Vi. (É, a cuts, eu mesma!!!rsrs)

Bebel disse...

Caramba!!! Que texto sensacional!! Cheguei por aqui por total acaso, via Tiago. Adorei essa coisa do casamento consigo mesma e me identifiquei totalmente. Agora entendo que foi extamente isso que fiz no ano passado quando tricava os moveis da casa,, pintava as paredes de amareloe ate uma porta francesa que abre pro quintal eu coloquei na minha casa. Valeu Brena pelo super insight!!!
bj

Mineiras, Uai! disse...

Fantástico! Amadurecimento e sabedoria andam juntos. Bjos!

pam disse...

Agradar a gente mesmo é a melhor coisa, né? A gente sepre vai gostar do presente e vai se sentir toda feliz!

wev's disse...

adorei...

wev's disse...

adorei...

luma disse...

Você amadureceu de verdade!! Amadureceu, porque envelhecer a gente começa desde quando nasce.
A frase que mais gostei "uma pessoa que não ocupa o espaço sobrado na sua cama com pessoas que sobram na sua vida" Amei isso!!
Menina! É difícil te esquecer! Só não tenho lista de links e não lembrava a url. Bastou ver um comentário seu em um blogue que, bimba!! Cá estou novamente!!
Bom feriado! Beijus

Roy Frenkiel disse...

Eita, Brena, vem pros isteites e casa eh comigo! hehehe

belo texto, pra variar,

bjx

Roy

Booperfly disse...

Te entendo, Brena...tb tenho minhas nóias quanto à idade...qdo entrei na casa dos 20 foi uma crise que vc nem imagina!!!

Percebi que vc gosta do JQ pelo nome do seu blog hehehehehe...

Bjos e bom feriado,
*Paulinha*

Andréia Castro disse...

Ei Brena!
Finalmente estou aqui postando!!!
E logo nesse texto q Putz!!!!Me fez perceber q tb estou ficando velha!
Me vejo em alguns do seus textos,q como disse uma menina aqui,é tapa na cara da gente,toda vez q a gente vai ler!Só não entendo de lençol com vc.rs
Mto bom!!Mto bom msm!!!
Menina,como vc escreve bem!!!
bjos

Monkita. disse...

nossa caí ak por acaso e apaixonei por seus textos!!!minha amiga tinha que ler este com urgência!!!a partir de hj,vou ler todos!!!

AS disse...

Um beijo linda crisálida!... sinto tuas asas a crescerem...

marcia disse...

Iso Brena . Acho que vc matou a charada : o negocio é a gente se apaixonar por nós mesmos, e assim , um dia, se valer a pena, se apaixonar por alguem...bjos

Bruna disse...

oiee sempre arrasando nos posts, hein hein??!! rs
Então , não fala isso!! esta chegando a data no meu niver e vou fazer 21!! estou começando a fazer compras estranhas tb, sabe, que comecei a fazer uma lista de sonhos??!! cada coisa rs
então , por enquanto fico por aqui
bjus
Bruna

Mikas disse...

É importante que nos amemos, é tao bom quando isso acontece. tb adoro camas enormes, e lençóis dakeles mesmo bons hehe quantos ao desprendimento nas relações já passei por isso, acontecia com naturalidade, sem cobranças.

...Danizita... disse...

Oi Amore!

Desculpe-me não ter visitado o seu blog antes, mas na correria do meu trabalho e da facu (começaram as provas) não consegui lhe visitar... Ao ler o seu blog me identifiquei mto... E acho que estou nessa fase de amadurecimento, mas ao mesmo tempo estou insegura com o que o destino está me reservando... Tenho que tomar uma decisão muito séria na Terça-Feira e ainda não criei coragem... Ainda vou postar um monte de coisas que não deu para fazer nesses últimos tempos pq a minha carreira está em primeiro lugar...rs
Mas pode deixar que farei um comentário a respeito desse assunto que abordastes no seu blog...
Fiquei mto feliz e surpresa de que você gosta de visitar o meu Blog e até deixou na seção de links que visita!!!!

Bjs no seu Coração... Um pouco cansada mas feliz!

Bjokas!

Barbz Nardini disse...

Lindo texto, e uma bela fase de se passar.
Bjo moça!

Luiza Lisboa disse...

Issoooooooo!!!
Viva a M.Martan! Tem coisas que o dinheiro não compra, pra outras existe Master Card! hehehe...
Edredon, R$ 50,00
Lençóis novos, R$ 20,00
Cama nova, R$ 700,00
Casar com vc, ficar de bem com vc, adquirir auto conhecimento a cada dia, NÃO TEM PREÇO!
Isso aí amiga, a gente taí pra isso, aprender mais um pouco a cada dia!
Tudo de bom pra vc infinito!
Bjos!
Como vai o estômago?

Bruna disse...

oiee!
Enya, é bom quando se esta nas nuvens , por exemplo passando por algum momento de luz rs
o momento é curtir, curta a vida!
Carpe Diem amiga!
bjus

Renato Homem disse...

parabéns. Adorei seu texto . De fato vc dá sinais claros que amadureceu. O que nao significa que está velha, ao contrário. Nao te conheço, mas concordo com vc plenamente. E acho que apesar de eu ser homem, em nada muda. Gostaria imensamente de aplicar algumas de suas lições. Muito embora perceba que vc nao teve nenhuma pretensão professoral.

Eu disse...

Lora, sem explicação essas coisas que voce escreve!
Voce tem que escrever um livro, e claro, dedicá-lo a minha pessoa. (Até parece que tô com essa bola toda né?) rsss
Importante é que voce a cada dia escreve cada vez melhor ... Você se supera ... você vai além do lugar em que qualquer imaginação pode ir ... e isso faz com que eu seja fã de seus textos.

Beijo Lora
Parabéns

Joca disse...

Bem vinda à idade de ouro!

Joca

P.S.: Onde é que aprendeste a escrever tão bem assim? :)

Deco disse...

"Uma pessoa madura o suficiente pra gostar da sua própria companhia. Uma pessoa que não ocupa o espaço sobrando na sua cama com pessoas que sobram na sua vida. Uma pessoa que também não vai ser sobra na vida de ninguém. E, sim, essa pessoa sou eu."

A seu modo: CARALEO !!! PERFEITO DEMAIS !!! BJINHO

Marco Aurélio disse...

Brena

Não sei se já te disse. Conheci minha esposa quando ela tinha 16 anos. Hoje ela tem trinta e cinco. Engraçado. Vejo todos os sinais do tempo surgindo nela mas não consigo vê-la envelhecer. Quase não notei diferença em seu rosto nestes dezenove anos. Acho que sempre a amei, mesmo antes de conhecê-la. Deve ser por isso. Gosta de desafios?

Bjs

Bebeth disse...

Oi Brena ... minha cutícula!
rs
Demorei a comentar, mas passei aqui no dia que vc deixou o recadinho pra mim!
Dizer o que a vc menina jovem e bonita, escrevendo sobre a velhice?
Com certeza o sintoma mais graves ainda está por vir!
Eu já começo a sentí-lo.
E posso te dizer que não é nada agradável.
Portanto curta bastante essa "lua-de-mel" que a propósito é a melhor de todas que a gente experimenta na vida.
Este casamento com certeza é eterno, mas chega um dia que a gente se cansa da gente mesmo!
Beijos grande pra vc!

B R E N A disse...

Como assim??? Eu nem falo palavrão... imagina...

Aninha disse...

Pára tudo heim fofa
AMEI isso.
Esse casamento ai é melhor que tá tendo ...hahaha!!!!
bjo bjo

Anônimo disse...

Brena, acompanho seu trabalho há mais de ano pela net, e sou apaixonada por seus textos e pela forma como você da vida às palavras. Parabéns pelo talento e que continue sendo abençoado o dom que você tem: não somente de escrever e exteriorizar o que sente, mas também o de tocar as pessoas.

Me identifico tanto com o que você escreve que tenho amigos e amigas que dizem que, se não soubessem que esses textos são seus, diriam que fui eu quem os escreveu.

Parabéns e prossiga em seu caminho iluminado!

Beijos, Milena Rodrigues

Ana Cris disse...

Ando lendo umas coisas escritas por mulheres solteiras que têm mais ou menos a minha idade. E eu, que andava achando muito original esta história de me saber madura, tao bem resolvida ao aceitar meus assuntos mal resolvidos, acabo de descobrir que é assim que pensam as mulheres solteiras que têm mais ou menos a minha idade. Li textos meus que nunca escrevi, mas aquela ali falando era eu, tenho certeza, porque quem pensa assim sou eu! Sou eu que fico falando do quanto é bom aprender a gostar de mim mesma, e sou eu que afirmo, do alto desta maturidade que ganhei de presente pelo meu aniversário de 30 anos, que estar sozinha é melhor do que estar com alguém mais ou menos, numa relacao mais ou menos que vai me trazer mais ou menos momentos legais.
E dessa forma eu, que sempre me quis diferente e especial, descubro-me seguindo a cartilha dos anos, aquela mesma velha obediência com que cumpri tudo o que os livros de puericultura diziam a meu respeito: os dentes vao nascer aos tantos meses, e os primeiros passinhos virao antes que complete um ano.
Mesmo assim, contra minhas próprias expectativas, estou satisfeita por descobrir que nao estou só, nem atrasada ou adiantada ou deslocada no tempo. Sinto alívio. Ao abrir a caixa de presente de onde tirei a dita maturidade, tentei vestir de uma vez e nao coube, ficou feio e pouco natural. Eu meio que me culpei por isso, porque tinha que caber e tinha que entrar de uma vez só, já era hora. Para a frustracao que senti, o remédio que encontrei foi, muito a contragosto, passar a cortar a maturidade em tirinhas e recosturar os pedacinhos, uma espécie de fuchico humano. Bem aos pouquinhos. Dá trabalho mas está servindo melhor, e está ficando bonito.
Prazer em conhece-la.
E bem vinda a minha lista de blogs favoritos, Brena minha companheira de idade e de idéias.
:o)
Ana Cris

Ana Cris disse...

Ich, acho que me enganei... Voce é bem mais nova do que eu, né? Eu fiz 30 no ano passado, mas pelo jeito voce ainda nao chegou lá.

Ana Cris (de novo)

carolina disse...

Nossa! Me identifiquei tanto... e como sou menina ainda.rs Moça, indicaram-me seu blog e estou sempre lendo. Muito bom! Gostei muito, até do que não concordo, pois sinto verdade.
Abraço forte e boa noite! =)

eliana disse...

Boa tarde, Brena.
Tb cheguei aqui por acaso.
Parabéns pelos seus textos.Virei sua fã e já dei o seu endereço para muitas pessoas. O seu texto "Inimigo Oculto" pedi ao meu filho que lesse. Super oportuno
e por este seu "Cama nova....", tomei coragem e estou criando roupas de cama. Lindas. Obrigado.Sorte sempre.Eliana